Após horas de espera e inspeções médicas e legais, muitos imigrantes estavam frequentemente sobrecarregados e nervosos com seus primeiros passos e viagem para as ruas da América. Devido a muitos dos passageiros vindos de diferentes países da Europa, muitos deles trocavam sua moeda que incluía papel, ouro ou prata por dólares americanos. Para aqueles que procuravam explorar fora da cidade de Nova Iorque, localizavam as cabines de bilhetes de comboio que vendiam em média 25 bilhetes por minuto. As rotes de trem variariam enviando imigrantes para o meio oeste ou tão oeste quanto a Califórnia.

Muitos imigrantes que viajaram para os Estados Unidos eram pobres ou vinham de uma riqueza que vinha com um comércio ou habilidade que lhes permitia ganhar dinheiro e sustentar as suas famílias. Trabalhadores ferroviários, costureiras, cozinheiros, pedreiros, enfermeiras ou professores são apenas algumas das profissões, para citar algumas.